Split em apartamento: 4 cuidados e dicas antes de colocar

9 minutos para ler

Quando estamos em casa, tudo o que queremos é conforto. Para isso, ter uma temperatura agradável é fundamental. E o maior aliado, quando o inverno derruba as temperaturas ou quando o sol chega derretendo, é o ar-condicionado.

Mas a escolha do equipamento certo sempre envolve muitas dúvidas. Qual melhor tipo de split em apartamento? Portátil ou de parede? Com ou sem sistema inverter? E com quantos BTUs comprar? 

Para você, especialmente que querendo split em apartamento (que costuma ser menor que casa e exige mais atenção), veja 4 cuidados e dicas antes de colocar um.

Quando optar por um split em um apartamento?

Quem mora em apartamento, costuma se questionar muito sobre o modelo ideal para o tamanho dos ambientes.

Pensando nisso, o ar-condicionado do tipo split acaba sendo o mais escolhido, justamente por ocupar menos espaço e dar menos trabalho para instalar.

Além disso, há muitos modelos disponíveis no mercado, com recursos modernos que removem ruído e são mais econômicos mesmo com desempenho de climatização superior.

Sem contar que o design é bem mais atraente e pode até se tornar um item da decoração.

Entre as vantagens dos splits estão:

  • melhor capacidade de climatização dos ambientes com diversas potências, podendo escolher o modelo ideal para o tamanho dos ambientes do seu apartamento
  • design mais sofisticado, porque oferece diferentes opções de cores, tamanhos e materiais, podendo combinar com a sua decoração
  • mais econômico, porque tem função sleep, que diminui a intensidade do ar quando você estiver dormindo, timer, que desliga automaticamente o aparelho após determinado tempo de uso, e os modelos mais modernos têm função inverter, que realiza um controle preciso da temperatura
  • mais silencioso, porque é dividido em duas partes, uma interna (evaporadora, que libera o ar condicionado no ambiente) e outra externa (condensadora, que inicia o trabalho de refrigeração e faz mais barulho)
  • mais qualidade do ar, porque os splits têm filtros purificadores com bioativos que eliminam odores, impurezas e microrganismos.

Qual é o melhor ar condicionado para o seu apartamento?

quantos btus

Se você busca por maior potência para refrigerar os ambientes e se preocupa com um design mais sofisticado, o split é o tipo ideal de ar-condicionado para você.

Entretanto, não esqueça que, para ter este conforto, você vai precisar passar pela parte da instalação.

Normalmente, isso envolve quebrar parede para a passagem da tubulação e pode alterar a fachada do prédio.

Mas se o seu apartamento for pequeno, há opções mais baratas e que não envolvem “quebra-quebra” para instalar. A seguir, as características e vantagens de cada tipo.

Ar condicionado portátil

Quem quer mobilidade para o seu aparelho, o ar-condicionado portátil é o tipo ideal. Com ele, você pode ter apenas um equipamento e utilizar no ambiente em que você estiver.

Além disso, se o imóvel for alugado, é o modelo mais indicado, porque não necessita nenhum tipo de intervenção no ambiente, nem interno, nem na fachada.

Isso evita qualquer tipo de dor de cabeça com o proprietário ou de investir em algo que você não terá retorno depois.

Mas lembre-se: você precisa ter um espaço para o tubo extensor – que troca o ar quente por frio – e fica do lado de fora.

Assim, ele precisa ficar próximo de alguma janela ou varanda. 

Veja mais algumas vantagens do ar condicionado portátil:

  • não necessita contratar profissionais para instalar – que gera economia também
  • traz praticidade no transporte, porque possui rodinhas e é leve
  • são mais baratos que os modelos de parede tradicionais

Ar condicionado de janela

Apesar de não contar com recursos modernos, como inverter, ele é o modelo ideal para apartamentos pequenos.

Ele conta com evaporadora e condensadora no mesmo equipamento, o que o torna um aparelho muito compacto.

Além disso, se você busca por economia e não necessita de uma grande capacidade de refrigeração, esse modelo é o mais indicado.

No entanto, para instalar este tipo de ar-condicionado, você precisa de um buraco na parede, ou seja, vai ter de fazer uma intervenção no ambiente. 

A não ser que já tenha algum espaço por onde passar a tubulação. Se tiver, esse modelo é mais apropriado para o seu apartamento.

Veja mais algumas vantagens do ar condicionado de janela:

  • instalação é mais simples que o split tradicional, embora tenha de abrir um espaço na parede
  • aproveita espaços próximos ou nas próprias janelas do apartamento
  • preço mais baixo que todos os outros tipos.

4 cuidados ao instalar um split em apartamento

Se você já escolheu o melhor tipo de split para o seu apartamento, agora é a hora de saber quais são os cuidados que você precisa ter para fazer a instalação do aparelho. 

1) Verifique se é permitido

O primeiro cuidado é verificar com o condomínio se é permitido esse tipo de ar-condicionado. Alguns apartamentos já têm a estrutura para este modelo.

Se o seu não tiver, entre em contato com a construtora ou a administradora do prédio e cheque se é possível instalar a parte externa na varanda ou alguma parede da área de fora. 

banner_blogpost_-_novo_larPowered by Rock Convert

Muitos condomínios não permitem a mudança da fachada, então, é super importante conferir isso antes de comprar o seu equipamento.

2) Confira a infraestrutura do prédio

Você deve checar se o seu apartamento tem infraestrutura e tubulação para a instalação de um ar-condicionado split.

Caso não tenha, não se preocupe, pois você pode agendar a visita de um técnico para avaliar se é possível fazer os ajustes necessários.

Outro ponto importante é ver se o seu prédio conta com uma rede elétrica com capacidade para suportar a carga de energia necessária para o funcionamento do ar-condicionado.

Para isso, consulte o zelador ou o síndico do seu prédio.

Se seu prédio já tem a infraestrutura completa para o seu split, não esqueça de perguntar qual o tamanho da bitola (diâmetro) da tubulação para o aparelho. Assim, você garante que vai escolher um produto compatível com a estrutura disponível.

3) Escolha o melhor lugar

Escolha uma parede que não interfira em outras instalações, como elétrica, hidráulica ou de gás, e sem cortinas, persianas e móveis robustos, que possam impedir a circulação do ar.

Outra dica é evitar paredes que pegam muito sol, gerando mais economia.

Não é recomendável colocar a saída de ar sobre televisores, computadores ou qualquer equipamento elétrico, e a, pelo menos, 1 metro de distância de lâmpadas fluorescentes para evitar danos em caso de saída de água. 

Já a condensadora, a unidade externa do ar-condicionado deve ser instalada de pé, em local bem arejado.

Lembre-se ainda de tentar deixar as duas partes o mais próximo possível, para diminuir gastos.

Por questões de saúde, o ar que sai do aparelho jamais deve ser liberado diretamente nas pessoas presentes no ambiente. Instale-o acima do lugar onde você senta ou dorme.

Na parede, prefira encaixá-lo na maior altura possível, respeitando uma distância de 15 cm do teto para facilitar a limpeza. Nessa posição, o ar frio será liberado de maneira uniforme.

4) Contrate um profissional especializado

O split tradicional (de parede) deve sempre ser instalado por um profissional especializado em ar-condicionado, caso contrário, você pode acabar danificando o seu produto e até causar acidentes. 

O ideal é contratar um técnico da rede autorizada do fabricante para fazer a instalação, pois cada modelo tem suas individualidades, então, ele vai ter mais conhecimento sobre o produto. 

Como saber quantos BTUs são ideias para o split?

Por fim, mas não menos importante, é muito importante saber qual capacidade deve ter o split para o seu apartamento. Essa potência de refrigeração é calculada em BTUs.

Escolher a potência correta do ar condicionado é um dos principais fatores para garantir uma maior economia de energia e a climatização correta do espaço, gerando o conforto necessário sem gastar muito. 

Para apartamentos pequenos, por exemplo, não é necessário ter um ar condicionado de 30.000 BTUs. 

Para calcular a potência que você precisa é feito um cálculo levando em conta o tamanho do espaço onde seu split será instalado, o número de pessoas que circula e a quantidade de eletrônicos que já tem no local.

O recomendado é calcular cerca de 600 BTUs por metro quadrado. 

No entanto, há também outros fatores que você deve levar em conta na hora de escolher o BTU do ar-condicionado, como se ambiente receba sol à tarde ou durante todo o dia.

E atenção, escolher a quantidade de BTUs correta é super importante. Errar para menos resultará em pouca eficiência de climatização, diminuição da vida útil do aparelho e uma conta de luz mais cara. 

Por outro lado, comprar um com mais capacidade do que o necessário acarreta em um custo de aquisição e instalação acima do necessário, além de gastos na conta de luz a longo prazo. 

Para não errar, há várias opções de calculadora de BTUs nos sites das próprias marcas de splits.

As melhores ferramentas levam em conta o tipo de ambiente, o tamanho do cômodo, o número de janelas, a exposição ao sol, o número de pessoas e de equipamentos eletrônicos.

Avalie todos os fatores ANTES de colocar ar condicionado no seu apartamento

A escolha de um split não é tão simples quanto parece, não é? Diferente de um eletrônico como televisão ou geladeira, o ar-condicionado depende da infraestrutura do prédio e exige um grande número de cuidados.

Por isso, pesquise bastante sobre o assunto, converse com a construtora ou a administradora do seu condomínio e não hesite em procurar ajuda de um profissional.

O objetivo é o conforto, certo? Então melhor se precaver antes do que ter de lidar com problemas mais sérios depois.

Posts relacionados

Deixe um comentário