Investir em imóveis para alugar é um bom negócio? Atual cenário no Brasil + 4 motivos para adotar essa prática

7 minutos para ler

Diante de momentos de incertezas como o da pandemia do coronavírus, quem já está acostumado a fazer um planejamento financeiro começa a buscar oportunidades mais rentáveis para investir o dinheiro

Com o fato da queda histórica na taxa SELIC para 2,25% ao ano foi inevitável que os olhos de investidores mais experientes se voltassem ao investimento no mercado imobiliário. 

Investir em imóveis para alugar é um bom negócio na medida em que a compra se torna mais fácil neste cenário, uma vez que a queda na taxa facilita o crédito imobiliário, tanto para o comprador como para o construtor.  

Veja também: Investir em imóveis ou aplicar na poupança?

Com esse cenário, fica fácil entender que o momento é quente para investimentos. Mas e quem busca investir para viver da renda do aluguel? 

Essa prática vale a pena? Confira uma análise abaixo sobre o cenário econômico dos aluguéis no Brasil e 4 motivos para investir para alugar.

O cenário econômico dos aluguéis no Brasil

capao da canoa

A quantidade de brasileiros morando de aluguel cresceu consideravelmente nos últimos anos. 

De acordo com dados do IBGE, 17,6% dos imóveis ocupados em 2017 eram alugados, e 188 mil novas unidades eram destinadas ao aluguel. 

A chamada de pior recessão da história do Brasil em 2017 fez com que a aquisição de um imóvel próprio se tornasse um sonho distante para a maioria dos brasileiros. 

Essa situação fez com que a antigamente tão sonhada casa própria fosse substituída pela busca de imóveis (quando não apenas quartos) para alugar. 

Além desse fator, podemos citar outras duas tendências que estão impulsionando os negócios para quem vive de aluguel.

1) Mudança nos hábitos de consumo e prioridades de jovens brasileiros

Outro fator importante foi a mudança na noção de prioridade desses mesmos jovens. 

Em vez de investirem uma grande quantia no financiamento de imóveis, preferem alugar um lugar para morar e utilizar o dinheiro que seria aplicado em um financiamento em outras compras – sendo viagens e eletrônicos algumas opções mais comuns. 

2) Tendência de migração em massa para o interior

Em grandes cidades do mundo já é vista uma tendência de êxodo urbano, onde trabalhadores migram para cidades mais baratas e com melhor qualidade de vida.

Segundo dados do Grupo ZAP, houve um aumento de 340% na busca por imóveis em um raio de até 100km nas proximidades de São Paulo.

As migrações também foram evidenciadas em Nova York, Peru, Índia e Costa do Marfim.

Outro fator é a implementação em massa do home office em empresas, o que remove as barreiras e as obrigações dos funcionários de viverem na mesma cidade em que trabalham.

Com isso, entendemos que existe à frente um mercado próspero para quem busca investir em imóveis para alugar. 

Mas e quando o assunto é rentabilidade? Entenda o que é importante considerar.

Investir em imóveis: de olho na rentabilidade do investimento

Alugar um imóvel pode ser considerado um bom negócio na medida em que é visto como um retorno do investimento realizado. 

Para que essa máxima se concretize, no entanto, é preciso calcular a rentabilidade – ou seja, planejar um lucro que alcance e ultrapasse o valor desembolsado.

Qualquer tipo de bem que será lançado para locação deve passar por uma análise a fim de mensurar quanto deve ser pago pelo locatário

Valores como impostos, reformas, mobílias e semelhantes também devem ser listados para que seja possível somá-los e dividi-los pelo dinheiro a ser recebido pelo aluguel.

O custo de localização da propriedade – sempre um fator a ser considerado na escolha da compra de um imóvel -, a facilidade de acesso, o fato de ser um bem essencial e os custos de construção elevam o potencial de valorização de uma casa ou de um apartamento, se comparado a outras formas de investimento. 

banner_blogpost_-_novo_larPowered by Rock Convert

Veja também: Como avaliar um imóvel usado: 10 dicas de especialistas

De acordo com o índice Fipezap, os valores de locação tiveram alta de aproximadamente 4,2% em 2019. 

Um imóvel pode ser comprado por R$ 500 mil hoje e, daqui a três anos, valer  muito mais do que isso, seguindo o ritmo da economia do período.

Você no comando do seu investimento

investir para alugar

Ao alugar um imóvel, é possível lucrar sem se desfazer do bem. Você pode controlar a rentabilidade, aumentando o valor de locação, caso necessário, e mantendo a posse do imóvel pelo tempo que quiser. 

Se decidir vendê-lo, poderá fazer a transação por um bom preço, considerando que o imóvel seguirá valorizado. 

Isso vale para quem, seja qual for o motivo, precisar de dinheiro imediato. Da mesma forma que há pessoas pensando em investir em um cenário como o de pandemia de Covid-19, há quem esteja procurando vender rapidamente para recuperar o dinheiro investido ou garantir uma estabilidade financeira. 

Essa gangorra permite que boas oportunidades se apresentem, especialmente para os compradores, que ganham maior flexibilidade para negociar.  

4 motivos para investir para alugar

1. Timing

A taxa Selic nunca esteve tão baixa e o momento de pandemia favorece a queda dos preços de imóveis. 

Se você tem um dinheiro sobrando e já pensava em adquirir um bem, como uma casa ou um apartamento, esse é o momento

Sempre considerando a localização, a qualidade construtiva e a liquidez do imóvel. Avalie bem o que você vai comprar com a ajuda de um corretor de confiança. 

2. Mudança de ares

Não se sabe por quanto tempo vamos lidar com as restrições de deslocamento impostas pelo coronavírus. 

Sendo assim, para quem pode trabalhar de casa em regime home office, é uma boa opção ter um outro local disponível para mudar de ares. 

Investir em um imóvel pode ser um bom negócio para essas pessoas que, no futuro, quando a situação se normalizar, poderão optar por alugá-lo.

3. Segurança

O mercado financeiro depende de variáveis que podem transformar o investimento em algo vantajoso ou em um desastre. 

Investir em um imóvel é um bom negócio porque garante um retorno financeiro com risco menor, além de ser um investimento que não é tão afetado pelas oscilações da economia. 

Mesmo em situações de crise, é provável que o imóvel siga demandado e seja até mesmo valorizado. 

4. Fonte de renda garantida

Como proprietário de um imóvel, você sempre terá um retorno garantido, ao final do mês: o valor do aluguel. 

Diante de instabilidades que ocorrem não só no Brasil, mas no mundo como um todo, a certeza de um retorno financeiro que não depende do mercado de trabalho é uma garantia de tranquilidade.

Investir em imóveis para alugar é um bom negócio?

As oportunidades de compra começam a pipocar nesta época do ano, quando a migração sazonal para o litoral perde força. 

Com a pandemia, além das baixas já tradicionais nos preços, também surgiu a urgência na venda de alguns imóveis. Algumas ofertas se tornam bastante atrativas.

O investimento em um imóvel na praia é um bom negócio porque você ganha uma certeza: sempre haverá um lugar disponível para se refugiar aos finais de semana ou para passar as férias. 

Além disso, sempre haverá uma probabilidade elevada de conseguir alugar o imóvel durante os meses de calor, devido ao aumento da procura que surge no verão. 

Se você se identifica com os motivos listados acima e vê o litoral como boa opção, tanto para férias como para locação, esse é um bom momento para investir. 

Vale lembrar a importância do acompanhamento de um corretor imobiliário de confiança para garantir melhor rentabilidade do aluguel a longo prazo e para encontrar os melhores investimentos.

Posts relacionados

Deixe um comentário